15 de abril de 2010

Yemanjá

 imagem: Octaviano Moniz / yemanjá- Odoyá

Escrever, costumo dizer, é um atalho para nosso inconsciente.

Muitas vezes, coisas não reveladas surgem quando nossas mãos [ apesar deu estar teclando, o ideal é escrever á mão] começam á deslizar sobre o papel, uma idéia  leva á outra, é assim quando conversamos, pintamos, criamos. Amamos.

Mas escrever é mais. Desvenda lugares misteriosos, insinua circunstâncias, enigmas são diluídos pela força da palavra.

Imagens são mais fortes que as palavras? Eu não sei... tudo isso para mim é magia, é a forma que temos de nos revelar, e na troca, quando recebo um presente, meu instinto é compartilhar. A arte, seja ela em que manifestação aconteça, é alquimia, porque transmuta quem faz, e quem é tocado por ela.

Meu orixá não é yemanjá, mas me identifico com todas as forças da natureza que eles representam, como também não sou do candomblé, mas adoro os ritos, as festas, as danças.As comidas.

Esse post, é para agradecer, as amizades virtuais que venho fazendo, pessoas que constroem mundos, que se repartem..[ Creatrix, rs]
.E, se aqui estamos, nada é por coincidência.

Incentivamos uns aos outros,apoiamos, e a beleza de Yemanjá não seria essa também?

Como falei no outro post, magia é amor, magia é vida,..... é arte, é transmutar. , criar espaços internos, espaços no papel, na tela, no corpo...... é poder doar.

Sobrevoar espaços como pássaros e aprender o dom de encantar.

1 comentários:

Luna Cristalis disse...

Olá Luciana bem eu conheci o seu blog em uma busca aqui pela net e fiquei extremamente encantada
Gostaria de pedir permissão para utilizar seu banner em meu blog pois achei fantastica suas ideias!!!

Bem espero sua resposta e sua visita!!
Bênçãos Luna